Your browser (Internet Explorer 7 or lower) is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this and other websites. Learn how to update your browser.

X

Navigate / Search

    Roedores

    Existem mais de 3.000 espécie de roedores, em destaque três espécies urbanas são encontrados no Brasil, são elas os Rattus norvergicus (ratazanas ou rato de esgoto), Rattus rattus (rato de telhado ou rato preto) e Mus Musculus (camundongos). Os roedores em geral possuem sentidos desenvolvidos e isso contribui para sua proliferação no meio.

    As ratazanas e ratos de telhado vivem em colônias localizadas em lugares bem definidos, já os camundongos formam apenas casais que se mantém juntos até o final da vida. Ao formar suas colônias, seu número varia de acordo com as condições ambientais do local
    habitado. Tanto machos como fêmeas se dividem em dominantes e dominados. Os primeiros são mais fortes, espertos e agressivos, conquistando a preferência no acesso a alimentos, escolha de parceiros para acasalamento e melhores abrigos, enquanto que os demais ficam com as sobras.

    Os roedores exercem suas atividades predominantemente à noite. Iniciam a procura de alimentos ao anoitecer e fazem um repasse antes do nascer do dia. Apenas quando houver uma superpopulação ou falta de alimentos ou de perigo, serão vistos durante o dia.Como os demais grupos animais, existe um processo natural de auto limitação entre os ratos, de forma que a espécie seja preservada. Através de alguns mecanismos biológicos os ratos conseguem conter o avanço da população, como por exemplo, baixa fecundidade, baixa fertilidade das fêmeas, interrupção de cio e canibalismo dos recém-nascidos. Todos os mecanismos desaparecem, caso as condições ambientais tornem-se novamente favoráveis.E assim a colônia cresce até atingir os limites de saturação.

    O Mus musculus mede cerca de 15 -19 cm de comprimento do corpo, com 7 – 9,5 cm de
    comprimento da cauda. A pelagem varia de marrom clara à preta, com abdômen branco. Sua longa cauda apresenta círculos evidentes, e não apresenta muitos pêlos. Os olhos são grandes e predominantemente pretos nas espécies não albinas. Apresenta orelhas redondas, grandes e sem pêlos.

    É também chamado de calunga, calungo, catita, catito. Existem também as formas camondongo, mondongo, topolino e murganho.

    O camundongo torna-se apto à reprodução aos 60 dias de idade sendo que os efeitos hormonais iniciais já estão presentes em ambos os sexos ao redor dos 30 dias de idade, evidenciando-se através da abertura da vagina nas fêmeas e pela descida e aumento dos testículos nos machos. O período de gestação é de 19-21 dias exceto para fêmeas que estejam amamentando, quando a gestação pode se prolongar por 6 a 16 dias. Ao nascer, os camundongos pesam em torno de 1,5 g e seu sistema imunológico não é competente. Carecem totalmente de pelos, exceto bigodes. Com uma semana de vida já apresentam pelos curtos e bastante finos. Os olhos se abrem aos 9-10 dias e os dentes aparecem nessa mesma época. A alimentação sólida se inicia logo após o desmame, entre 19 e 21 dias de idade.

    O olfato é altamente desenvolvido sendo utilizado não somente para detectar alimento e predadores mas também para determinar vários sinais de comportamento. A visão é pobre: não distingue cores, uma vez que sua retina apresenta poucos cones.

    Ratazanas, rato de esgoto, gabirú, rato pardo (Rattus norvegicus)

    O gênero Rattus abrange 56 espécies sendo que somente algumas poucas causam problemas ao homem. Estes roedores são tipicamente generalistas, exibindo ampla preferência por habitats e alimentos. São as espécies em maior número dentre os mamíferos presentes em várias regiões do planeta. O adulto possui corpo robusto com 18 a 25 cm de comprimento podendo pesar de 250 a 600 gramas. Com pêlos ásperos, possuem calos lisos e membranas interdigitais. A cauda é grossa e peluda medindo 15 a 21 cm. São de hábito noturno e transitam com extrema cautela sendo difícil visualizar suas atividades. Possuem um raio de ação de 30-45m em relação ao abrigo.

    Possui uma vida média de 02 anos sendo sexualmente maduro entre 60-90 dias de idade. A gestação da fêmea dura de 22 a 24 dias com 08 a 12 ninhadas por ano. Cada ninhada possui de 08 a 12 filhotes com uma média de sobrevivência de 20 filhotes após o desmame por fêmea/ano. Vivem em colônias que agregam até algumas centenas de indivíduos em territórios definidos, e com a presença de dois grupos distintos, os dominantes e os dominados. Em caso de competição com outras espécies (Rattus rattus) a espécie Rattus norvegicus geralmente predomina pelo maior porte e agressividade. Devido a falta de alimento pode ocorrer competição entre colônias. Seus ninhos geralmente se localizam em tocas ou galerias escavadas no subsolo, onde encontramos pêlos, fezes, restos de alimentos e outros detritos. Fazem suas trilhas ao ar livre formando sulcos no solo e desgastando a vegetação rasteira, buscando água e alimento.

    A planta dos pés é estreita e sem estrias. Encontramos mancha única de atrito corporal junto ao solo, paredes e muros. As fezes são em forma de cápsulas com extremidades rombudas. Pode-se encontrar sinais de roedura em alumínio, chumbo, argamassa, madeiras próximas ao solo. São animais onívoros e consomem diariamente 20 a 30g/dia de alimento, que pode ser lixo orgânico, cereais, raízes e carne. Consome de 15 a 30 mL de água/dia. São excelentes escavadores construindo galerias no subsolo com várias saídas. Devido ao hábito noturno deve-se remover diariamente o lixo e indisponibilizá-lo no período da noite evitando suas visitas ao local. Esta espécie é frequentemente encontrada em beira de córregos e rios, terrenos abandonados, jardins sem manutenção adequada, rede de esgoto e galerias fluviais, depósitos de lixo e entulhos diversos, próximo as linhas férreas.Rato de telhado, rato preto, rato de paiol, rato de forro, rato de navio (Rattus rattus)

    O adulto possui corpo esguio com 16 a 21 cm de comprimento podendo pesar de 80 a 300 gramas. Com pelagem delicada e dorso preto ou cinza, orelhas e olhos grandes e salientes em relação a cabeça. As patas possuem calos estriados e sem membranas interdigitais. A cauda é fina em chicote com poucos pêlos medindo 19 a 25 cm. São de hábito noturno e escalam com extrema facilidade. Possuem um raio de ação de 30-60m em relação ao abrigo. Possui uma vida média de 18 meses sendo sexualmente maduro entre 60-75 dias de idade. A gestação da fêmea dura de 20 a 22 dias com 04 a 08 ninhadas por ano. Cada ninhada possui de 07 a 12 filhotes com uma média de sobrevivência de 20 filhotes após o desmame por fêmea/ano.

    Os ninhos são geralmente acima do solo nos sótãos, forros das casas, arbustos, sacarias, frestas de muros, armazéns, porões de navios e nas áreas portuárias. Junto aos muros e madeiramento do telhado encontramos, muitas vezes, fezes e manchas de gordura causadas pelo atrito do corpo nestes locais. Em locais elevados, junto a vigas, canos e colunas encontramos mancha dupla nos locais de manobra para contornar obstáculos. As fezes são afiladas. De hábito onívoro consome diariamente de 15 a 30g de alimento/dia, concentrando sua dieta em legumes, frutas, cereais, raízes e pequenos insetos. Consomem de 15 a 30 ML de água/dia.

    Leave a comment

    name

    email (not published)

    website


    + 8 = 9

     logo pryzant Design